ANA CABRAL RODRIGUES (GPDU | UFF)

Professora Adjunta do Departamento de Psicologia da Universidade Federal Fluminense Pólo Volta Redonda. Psicóloga, formada pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Doutora em Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Mestre em Psicologia pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos da Subjetividade do Departamento de Psicologia da Universidade Federal Fluminense (UFF). Coordenadora do Grupo de Pesquisa em Desutilidades Urbanas: imagem, experiência e testemunho (GPDU - grupo membro da Rede Latino Americana Imagem, Identidade e Território); e co-coordenadora do projeto de Extensão Entre Atos, Memórias e Esquinas: Oficinas de experimentação artística. É também pesquisadora colaboradora do Grupo de Pesquisa Modernidade e Cultura (IPPUR/UFRJ). Atualmente tem como linha de pesquisa os Estudos das Políticas Urbanas como Políticas de Subjetivação, atuando principalmente no seguinte tema: o estatuto político dos modos de subjetivação através do uso de fragmentos urbanos

 

DANIELA MENDES CIDADE (GPIT | UFRGS)

Graduada em Artes Plásticas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1997), graduada em Arquitetura e Urbanismo pelo Instituto Ritter dos Reis (1990), doutora em Arquitetura, na área de teoria, História e Crítica, pelo PROPAR/UFRGSl (2010). Atualmente é professora e pesquisadora da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Artes Visuais e Arquitetura, com ênfase em Desenho e Fotografia. O tema atual de pesquisa - processo de criação e processo de transformação da arquitetura - é desenvolvido a partir dos documentos de trabalho de Gordon Matta-Clark.

 

DJALMA THÜRLER

Secretário de Cultura e Turismo da cidade de Madre de Deus (BA). Possui estágio de Pós-Doutoramento em Literatura e Crítica Literária pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É Professor permanente do Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade e do Programa de Estudos Interdisciplinares sobre a Universidade. É Professor Adjunto III do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências (IHAC) da Universidade Federal da Bahia. É Doutor em Letras com estudos nas áreas de Literatura Brasileira e Teatro (UFF), Mestre em Ciência da Arte (UFF) e Bacharel em Artes Cênicas e em Pedagogia, ambas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNI-RIO;1994/1995). É membro do Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC/2013-2014). Tem experiência na área de Artes, Direção Teatral, Literatura Brasileira, Dramaturgia e Produção cultural. Coordena o CuS - grupo de Pesquisa em Cultura e Sexualidade e o GENI - Gênero, Narrativas e Políticas Masculinas, ambos ligados ao CULT -Centro de Pesquisa Multidisciplinar em Cultura, da UFBA. É Diretor e Produtor de Teatro.

 

EBER PIRES MARZULO (GPIT | UFRGS)

Graduação em Ciências Sociais pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS (1987); mestre em Planejamento Urbano e Regional pelo Programa de Pós Graduação em Planejamento Urbano e Regional (PROPUR) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS (1993); e doutor em Planejamento Urbano e Regional pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR) da Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ (2005), com estágio de doutoramento no IRIS (Institute de recherche interdisciplinaire en socioeconomie)/CNRS, Paris IX - Dauphine (2004). É professor Associado I do Departamento de Urbanismo da Faculdade de Arquitetura e do Programa de Pós Graduação em Planejamento Urbano e Regional - UFRGS. Também faz parte do corpo docente do curso de Pós-Graduação (lato sensu) em Economia da Cultura e do Curso de Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural - PLAGEDER, na Faculdade de Ciências Econômicas - UFRGS. Coordena o Grupo de Pesquisa Identidade e Território/CNPq (www.ufrgs.br/gpit) com pesquisa em duas grandes linhas: identidade e território; e imagem e território. É membro do GT Democracia Participativa, Sociedade Civil e Território do Centro de Estudos Internacionais sobre Governo (CEGOV)/UFRGS).

 

FREDERICO GUILHERME BANDEIRA DE ARAUJO (GPMC | UFRJ)

Possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1972), mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1974), mestrado em Eng. de Prod. - área de Planej. Urbano e Regional pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1982) e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1997). É professor Associado II da Universidade Federal do Rio de Janeiro, alocado no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR). Tem experiência na área de Epistemologia, atuando principalmente nos campos da metodologia da ciência e das teorias da cultura. Atualmente pesquisa a constituição de identidades sociais e suas relações com o território, tomando por base teorias da análise do discurso.

 

JULIANA MICHAELLO M. DIAS (DEHA/FAU/UFAL)

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Alagoas, Mestrado em Dinâmicas do Espaço Habitado pelo DEHA/UFAL e Doutorado pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR) da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFAL (PPGAU/FAU/UFAL). Líder do Grupo de Pesquisa Nordestanças (GPN/FAU/UFAL). Coordena os projetos de pesquisa “Culturas Agrestes: Mapeamento das referências Culturais do Agreste alagoano”, financiado por Edital Universal/CNPq e “Projeto de Salvaguarda do Patrimônio Imaterial de Alagoas”, financiado pelo Instituto Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Trabalha com projetos de extensão em Políticas públicas da Cultura e Relações entre Cinema e Arquitetura. Em 2011 foi presidente da Comissão Organizadora do 3º Simpósio Imagem e Identidade e Território, ocorrido em Maceió. Organizadora do livro “Letras projetadas sobre fundo em movimento: palavras que dizem cinema” (2014). Diretora de arte dos documentários etnográficos: Quilombolas da Marambaia , A Lapinha de Dudé , A saga do menino Canta e da série Cadernos de Viagem: Índia, Austrália, Nova Zelândia, Leste Europeu e Turquia. Atua nas seguintes linhas de pesquisa: Cultura, Identidade e Imagem; Identidade, território e poder; Metodologia de mapeamentos culturais; e Políticas públicas da cultura.

 

MARIA STEGMAYER (UBA)

Licenciada en Sociología por la Universidad de Buenos Aires. Fue Becaria Doctoral del CONICET. JTP en la materia "Política, nueva subjetividad y discurso", Carrera de Sociología, FSOC, UBA. Ayudante de Primera en la materia Comunicación I, Carrera de Diseño Gráfico, FADU-UBA. Ha publicado diversos artículos en libros en compilación y en revistas especializadas. Integrante del proyecto de investigación "Afecto y lazo social: experiencia, memoria, narración" con sede en el Instituto Gino Germani y del Proyecto Plurianual Conicet “Problemas de la democracia argentina en el período de la post-convertibilidad. Transformaciones socio-económicas y reconfiguraciones ideológicas”. Temas de investigación: literatura argentina y latinoamericana. Transformaciones y desplazamientos desde el último fin de siglo.

 

MICAELA CUESTA (UBA)

Doutora em Ciências Sociais pela Universidad de Buenos Aires (UBA). Mestre em Comunicação e Cultura (UBA) e graduada em sociologia (UBA). Professora de sociologia da UBA. Atualmente desenvolve suas atividades de pesquisa no Instituto de Investigaciones Gino Germani (IIGG) da Faculdade de Ciências Sociais (UBA) e na SEP-TeSA, Universidad Nacional de San Martin (UNSAM).

 

THAIS PORTELA (UFBA)

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Espírito Santo (1995), Mestrado em Urbanismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2002) e doutorado em Planejamento Urbano e Regional pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2007). Tem experiência na área de trabalhos em comunidades informais, atua principalmente nos seguintes temas: cidade e cultura, política, urbanismo e planejamento urbano.

 

RAMIRO ROJAS PIEROLA (FLACSO)

Doutor em Planejamento Urbano e Regional pelo IPPUR (UFRJ). Mestre em Arquitectura y Diseño Urbano pela Universidad Mayor de San Andrés. Graduado em Educación Superior – Diseño Curricular y Didáctica de la Enseñanza pela Universidad de La Habana. Foi coordenador do Observatorio Territorial do Programa de Investigación do Instituto de Investigación y Postgrado (IIP) da Facultad de Arquitectura, Arte y Diseño y Urbanismo (FAADU) da Universidad Mayor de San Andrés (UMSA). Foi docente-pesquisador titular de arquitetura na FAADU – UMSA. Atualmente é professor pesquisador do Programa de Estudios de la Ciudad da FLACSO e é membro do Grupo Permanente de Investigación y Postgrado ARQUISUR (XXIX Encuentro de la Asociación de Facultades y Escuelas de Arquitectura Públicas del MERCOSUR).

 

WALCLER MENDES JUNIOR (NIPG/UNIT)

Walcler de Lima Mendes Junior é Jornalista, documentarista e músico. Graduado em comunicação Social, Jornalismo, Mestre e Doutor em Planejamento Urbano e Regional pelo IPPUR/UFRJ. Professor Titular II do Centro Universitário Tiradentes (Unit/Alagoas) e pesquisador associado ao Instituto de Tecnologia e Pesquisa/ITP, atuando também no Núcleo Interdisciplinar de Pós-Graduação (NIPG). Líder do Grupo de Pesquisa Nordestanças da UFAL, onde atua como pesquisador do Projeto Universal/CNPQ, Mapeamento do Patrimônio Cultural do Agreste Alagoano e do Projeto de salvaguarda do patrimônio imaterial de Alagoas , financiado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN. Autor dos livros O Sujeito arquiautor: conflitos do discurso urbano e midiático e Rasuras e Refrões: Derrida e Deleuze entre bambas, matutos e foliões . Organizador do livro Letras projetadas sobre fundo em movimento: palavras que dizem cinema . Diretor dos documentários etnográficos: Quilombolas da Marambaia , A Lapinha de Dudé , A saga do menino Canta e da série Cadernos de Viagem: Índia, Austrália, Nova Zelândia, Leste Europeu e Turquia. Site: http://gpnordestancas.com. Área de interesse em Etnomusicologia, Cinema, Antropologia da Imagem, Análise do Discurso, Cultura, Regionalismo e Urbanismo.